ATIVIDADE DE PORTUGUÊS – COMPREENSÃO


ATIVIDADE DE PORTUGUÊS – COMPREENSÃO


POSSO TOMAR BANHO DEPOIS DAS REFEIÇÕES
Tomar banho frio ou entrar numa piscina depois de ter comido não oferece riscos. O que se deve fazer é qualquer tipo de exercício físico intenso, como nadar ou surfar. Isso desvia o sangue do estômago para os músculos que estão trabalhando. Após as refeições, boa parte do seu sangue vai para o estômago e o intestino a fim de realizar uma digestão adequada. Ao praticar esportes depois de comer, a pessoa fica passando mal (enjôo, suor frio e tontura). Tomar banhos longos na banheira dilata os vasos sangüíneos da pele e desvia o sangue do estômago.
[...]
Marcelo Duarte. O guia dos curiosos. São Paulo: Companhia das Letras, 1995. p. 143-146.

1.        O que há em comum entre os músculos e os órgãos que fazem a digestão é
a)        os dois precisam de sangue para trabalhar.
b)        os dois só podem trabalhar ao mesmo tempo.
c)        os dois são responsáveis pelo mal estar das pessoas
d)        os dois são vasos sangüíneos.

2.        A finalidade do texto é
a)        ensinar como se toma banho frio em uma piscina após as refeições
b)        descrever intestino, o estômago, os músculos e os vasos sangüíneos.
c)        informar sobre os riscos da atividade física intensa após as refeições.
d)        Contar uma história de alguém que passou mal após uma refeição.

3. “Após as refeições, boa parte do seu sangue vai para o estômago e o intestino a fim de realizar uma digestão adequada”. – As palavras grifadas podem ser substituídas sem mudar o sentido da frase por

a)        durante as
b)        antes das
c)        depois das
d)        em seguida.


4. O gênero do texto é

a)        poético
b)        jornalístico
c)        humorístico
d)        instrucional



A CIDADE MACOTA
“Mário não nasceu no fundo do mato-virgem. Ao contrário nasceu na cidade mais barulhenta, mais cheia de carros, motos, ônibus, poluição, chaminés, máquinas, gente e prédios do Brasil.
São Paulo! Comoção das nossas vidas...
São Paulo! A cidade macota lambida pelo igarapé Tietê.”

Luciana Sandroni. O Mário que não é de Andrade. São Paulo: Companhia das Letrinhas, 2001. p. 7.

CIDADE MACOTA: cidade importante
IGARAPÉ: pequeno rio

1. O texto descreve uma área rural ou urbana?
2. Em que cidade o Mário mora?
3. Como é a cidade de Mário?
4. O que podemos encontrar na cidade onde Mário mora?
5. Onde você mora se parece com a cidade de Mário? Explique:
6. Faça um texto descrevendo o lugar onde você mora.

DO OUTRO LADO DO MAR

“E Pedrinho viu o que havia do outro lado do mar.
Era uma terra de sol, terra de matas, terra de mar...
Do outro lado do mar viviam pessoas.
Homens, mulheres, meninos, meninas.
Todos pardos, enfeitados de penas, pintados de cores alegres.
Índios. LINDOS!
Viviam pássaros de todas as cores.
Cobras de todos os tamanhos.
Feras de todas as bravezas”.

Ruth Rocha. Faz muito tempo. São Paulo: Ática, 1999. p. 14. 1.
1. Quem são os personagens do texto?
2. De onde partiram e aonde chegaram os personagens desse texto?
3.        Cite algumas diferenças entre os dois grupos de pessoas. Que língua falavam? De que ou como viviam? Em que acreditavam – como eram suas crenças?




ALIMENTAÇÃO PORTUGUESA NO BRASIL

Ao se fixar nestas terras, os portugueses trouxeram vários de seus hábitos alimentares. Par produzir algumas das comidas a que estavam de seus habituados, começaram a criar bois, vacas, ovelhas, cabras, carneiros, porcos, galinhas, patos e gansos. Cultivavam cana-de-açúcar, trigo, laranja, arroz, couve, alface, alho, limão e muitos outros vegetais. O uso do ovo de galinha na alimentação foi outra tradição portuguesa trazida para a América.
Mas a grande novidade introduzida pelos portugueses foi a sobremesa, ou seja, o hábito de comer doces após as refeições. Foram os portugueses que colocaram nas mesas os bolos e tortas douradas cobertas de fios de ovos, cravo e canela, delicadamente perfumados com erva-doce e hortelã. A paixão brasileira pelos doces é uma herança portuguesa.


1.        Qual é o assunto central do texto?
2.        Esse texto serve para que?
3.        Cite três alimentos comuns na alimentação brasileira de hoje que foram trazidos pelos portugueses?
4.        Qual a grande novidade alimentar trazida pelos portugueses?
5.        Faça uma lista coma as refeições mais habituais na sua casa, no café-da-manhã, no almoço e no jantar.


O NAVIO NEGREIRO VELOZ


Em 1829, o navio português Veloz foi capturado no Oceano Atlântico, carregando 336 homens e 226 mulheres. Quando ele foi capturado, 55 escravos mortos já tinham sido jogados no mar.
No interior do navio, os escravos ficavam amontoados em celas de no máximo, 90 centímetros de altura.
Com a captura do navio, os escravos saíram rastejando para o convés, desesperados por um pouco de ar e água frescos.

Buscado em Robert Edgar Conrad. Tumbeiros: São Paulo: Brasiliense, 1985. p. 54.

1. Quem eram os homens e as mulheres transportados no navio Veloz?
2. Havia mais homens ou mulheres no navio?
3. Quantos escravos no total embarcaram no navio?
4. De onde você acha que esse navio partiu?
5. Qual o significado da palavra captura e amontoados?


A TRISTE PARTIDA


O carro já corre
 No topo da serra
Oiando pra terra,
Seu berço seu lá.
Aquele nortista,
Partindo de pena,
De longe inda acena:
Adeus, Ceará!

No dia seguinte,
Já tudo enfadado,
E o carro embalado,
Veloz a corrê,
Tão triste coitado,
Falando saudoso
Um fio choroso
Escrama a dizê:


-De pena a sodade,
Papai sei que morro!
Meu pobre cachorro,
Quem dá de comê?
Já outo pergunta:
-Mãezinha, e meu gato?
Com fome e sem trato,
Mimi vai morrê!

E a linda pequena,
Tremendo de medo:
-Mamãe, meus brinquedo!
Meu pé de fulô!
Meu pé de rosêra,
Coitado, ele seca!
E a minha boneca
Também lá ficou. [...]”


Patativa do Assaré. Canção citada em Helder Pinheiro, Cordel em sela de aula. São Paulo: Duas cidades, 2001.

1.        De que trata o texto que você leu?
2.        Que personagens são apresentados e qual o local de onde eles saíram?
3.        De acordo com o texto porque essas pessoas abandonaram o local onde viviam?
4.        Que tipo de linguagem o poeta utiliza no poema? Por que ele fez isso?
5.        Reescreva o poema fazendo a correção das palavras que você considera estar escrita de forma errada.





NA BAGAGEM, NOVOS RITMOS E SONS

Os sertanejos que se deslocavam para as grandes cidades não levavam apenas sonhos e esperanças. Esses baianos, pernambucanos, paraibanos, cearense e tantos outros espalharam pelo Brasil os ritmos e sons do Nordeste. A letra da música a seguir, narra a saída de um nordestino do seu lugar de origem.


“Quando eu vim do sertão,
Seu moço, do meu Bodocó
A malota era um saco
E o cadeado era um nó
Só trazia a coragem e a cara
Viajando num pau-de-arara
Eu penei, mas aqui cheguei

Touxe um triângulo, no matolão
Truxe um gonguê, no matolão
Touxe um zabumba dentro do matolão
Xote, maracatu e baião
Tudo isso eu trouxe no meu matolão.”


Luis Gonzaga e Guio de Moraes. Pau-de-arara.

1.        Quem é o autor da letra da música?
2.        Quem é o narrador?
3.        De onde partiu o narrador da letra da música?
4.        Que meio de transporte ele usou para viajar?
5.        O que esse narrador “migrante” levou na bagagem?
6.        Percebe-se que nesse texto também há um traço de humor. Que frase expressa esse lado humorístico?
7.        “XOTE, MARACATU, E BAIÃO.” É possível trazer isso no matolão? Por quê?

BAIRRO ALTO

“O bairro está localizado em uma das partes mais elevadas da cidade, o que explica seu nome. Seus limites são o bairro Tarumã, na parte de baixo, e o bairro
Atuba, na parte superior.
A área onde nasceu o bairro era propriedade da família Castilho, que iniciou o loteamento em 1940, uma época em que a região era cortada por diversos riachos, que deram nome a muitas de suas ruas”.
Prefeitura Municipal de Curitiba. Disponível em: www.curitiba.pr.gov.br.

1.        O texto que você leu apresenta a origem do nome de um bairro. Qual é o bairro?
2.        Por que o bairro recebeu esse nome?
3.        Em que cidade fica esse nome?
4.        Que elementos naturais deram nome a muitas ruas desse bairro?
5.        Qual a finalidade do texto?
6.        Onde essa informação se encontra disponível?


ATIVIDADE DE PORTUGUÊS – COMPREENSÃO ATIVIDADE DE PORTUGUÊS – COMPREENSÃO Reviewed by Espaço Professor on outubro 29, 2018 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.